Methylfos 224 EC

Methylfos 224 EC

TRIPLA SEGURANÇA

Concentrado para emulsão (EC) com 224 g/L ou 22,4% (p/p) de clorpirifos-metilo

CARACTERÍSTICAS

O METHYLFOS 224 EC contém clorpirifos-metilo, substância do grupo químico dos organofosforados que atua sobre o sistema nervoso dos insetos, inibindo a enzima acetilcolinesterase.

Apresenta triplo modo de ação, atuando no inseto por contacto, ingestão e inalação.

Está homologada para as principais pragas das pomóideas (bichado), citrinos (cochonilha-pinta-vermelha, cochonilha-algodão e mosca-do-Mediterrâneo) e vinha (cigarrinha-verde, cicadelídeo da flavescência dourada e traça-da-uva) e apresenta um perfil ecotoxicológico e ambiental muito favorável, assegurando uma TRIPLA SEGURANÇA: para o aplicador, fauna auxiliar e consumidor final.

 

Nº de AV/APV 1033

EMBALAGENS 1L / 5L / 20L

Ficha Técnica

Ficha de Dados de Segurança

Culturas relacionadas

  • Laranjeira

    Cochonilhas da Laranjeira

    CONCENTRAÇÃO/DOSE E APLICAÇÃO 

    Cochonilha-pinta vermelha (Aonidiella aurantii)

    300-400 mL/hL (no máximo utilizar a dose de 4,5 L/ha) – Em presença da praga, mas só é permitido o tratamento entre os meses de junho a agosto.

    INTERVALO DE SEGURANÇA – 15 dias.

    Cochonilhas da Laranjeira

    CONCENTRAÇÃO/DOSE E APLICAÇÃO 

    Cochonilha algodão (Planococcus citri)

    300 mL/hL (no máximo utilizar a dose de 4,5 L/ha) – Em presença da praga realizar o tratamento apenas no mês de agosto.

    INTERVALO DE SEGURANÇA – 15 dias.

    Mosca do Mediterrâneo dos Citrinos

    CONCENTRAÇÃO/DOSE E APLICAÇÃO 

    Mosca do mediterrâneo (Ceratitis capitata)

    300 mL/hL (no máximo utilizar a dose de 4,5 L/ha) – Realizar o tratamento em presença da praga desde o inicio da mudança da cor até à maturação (BBCH 81-83).

    INTERVALO DE SEGURANÇA – 15 dias

  • Macieira

    Bichado da Fruta da Macieira

    CONCENTRAÇÃO/DOSE E APLICAÇÃO 

    Bichado-da-fruta (Cydia pomonella)

    300 mL/hL (no máximo utilizar a dose de 3 L/ha) – Realizar a aplicação ao aparecimento da praga, durante o desenvolvimento ou a maturação do fruto.

    INTERVALO DE SEGURANÇA – 15 dias

     

  • Mandarinas

    Cochonilhas da Mandarina

    CONCENTRAÇÃO/DOSE E APLICAÇÃO 

    Cochonilha-pinta vermelha (Aonidiella aurantii)

    300-400 mL/hL (no máximo utilizar a dose de 4,5 L/ha) – Em presença da praga, mas só é permitido o tratamento entre os meses de junho a agosto.

    INTERVALO DE SEGURANÇA – 15 dias.

    Cochonilhas da Mandarina

    CONCENTRAÇÃO/DOSE E APLICAÇÃO 

    Cochonilha algodão (Planococcus citri)

    300 mL/hL (no máximo utilizar a dose de 4,5 L/ha) – Em presença da praga realizar o tratamento apenas no mês de agosto.

    INTERVALO DE SEGURANÇA – 15 dias.

    Mosca do Mediterrâneo dos Citrinos

    CONCENTRAÇÃO/DOSE E APLICAÇÃO 

    Mosca do mediterrâneo (Ceratitis capitata)

    300 mL/hL (no máximo utilizar a dose de 4,5 L/ha) – Realizar o tratamento em presença da praga desde o inicio da mudança da cor até à maturação (BBCH 81-83).

    INTERVALO DE SEGURANÇA – 15 dias

  • Pereira

    Bichado da Fruta da Pereira

    CONCENTRAÇÃO/DOSE E APLICAÇÃO 

    Bichado-da-fruta (Cydia pomonella)

    300 mL/hL (no máximo utilizar a dose de 3 L/ha) – Realizar a aplicação ao aparecimento da praga, durante o desenvolvimento ou a maturação do fruto.

    INTERVALO DE SEGURANÇA – 15 dias

  • Videira

    Cicadelídios da Vinha

    CONCENTRAÇÃO/DOSE E APLICAÇÃO 

    Cigarrinha-verde (Empoasca vitis)  e Cicadelídeo-da-flavescência-dourada  (Scaphoideus titanus)

    0,9 L/ha – Realizar a aplicação ao aparecimento da praga, desde o vingamento até ao pintor (BBCH 71-85).

    21 dias

    Traça da Uva da Vinha

    CONCENTRAÇÃO/DOSE E APLICAÇÃO 

    Traça-dos-cachos (Lobesia botrana)

    1,2 L/ha – Realizar a aplicação ao aparecimento da praga, desde as inflorescências completamente desenvolvidas até ao inicio do pintor (BBCH 57-83).

    INTERVALO DE SEGURANÇA – 21 dias.