Miltane Micro

Miltane Micro

FUNGICIDA DE CONTACTO MULTISÍTIO

Grânulos dispersíveis em água (WG) com 75 % (p/p) de mancozebe.

CARACTERÍSTICAS
O MILTANE MICRO é um fungicida de superfície, do grupo dos ditiocarbamatos com atividade preventiva (inibe a
germinação dos esporos). Apresenta uma atividade multisítio inibindo vários processos metabólicos, atuando em
diversas enzimas.

Nº de AV/APV 0604

EMBALAGENS 10 kg

Ficha Técnica

Culturas relacionadas

  • Batateira

    Alternariose da Batateira

    CONCENTRAÇÃO/DOSE E APLICAÇÃO 

    210 g/hL ou 2,1 kg/ha – Tratar de acordo com as indicações do Serviço Nacional de Avisos Agrícolas. Na falta deste, iniciar os tratamentos quando as plantas atinjam 20 a 30 cm ou quando a folhagem se toca na linha e se verifiquem temperaturas superiores a 10ºC e humidades relativas elevadas. A persistência biológica do produto é de 7 a 10 dias. Usando o intervalo mais curto em condições de maior pressão da doença e no período de crescimento ativo da cultura. O número máximo de tratamentos na cultura da batateira é de 8 no conjunto das doenças e por época cultural, com este ou outro fungicida dos grupos dos ditiocarbamatos.

    INTERVALO DE SEGURANÇA

    7 dias

    Míldio da Batateira

    CONCENTRAÇÃO/DOSE E APLICAÇÃO 

    210 g/hL ou 2,1 kg/ha – Tratar de acordo com as indicações do Serviço Nacional de Avisos Agrícolas. Na falta deste, iniciar os tratamentos quando as plantas atinjam 20 a 30 cm ou quando a folhagem se toca na linha e se verifiquem temperaturas superiores a 10ºC e humidades relativas elevadas. A persistência biológica do produto é de 7 a 10 dias. Usando o intervalo mais curto em condições de maior pressão da doença e no período de crescimento ativo da cultura. O número máximo de tratamentos na cultura da batateira é de 8 no conjunto das doenças e por época cultural, com este ou outro fungicida dos grupos dos ditiocarbamatos.

    INTERVALO DE SEGURANÇA

    7 dias

  • Macieira

    Pedrado da Macieira

    CONCENTRAÇÃO/DOSE E APLICAÇÃO 

    210 g/hL ou 2,1 kg/ha – Tratar de acordo com o Serviço Nacional de Avisos Agrícolas. Na falta deste tratar entre o estado de botão branco ou rosa e antes do início da maturação grapetomatdos frutos. Durante a floração tratar apenas  variedades em que aquela se prolongue ou quando as condições climáticas o justifiquem. O produto possui uma persistência biológica de 7 a 10 dias, dependendo dos crescimentos. Realizar no máximo 4 tratamentos com este produto ou outro do grupo dos ditiocarbamatos.

    INTERVALO DE SEGURANÇA

    28 dias

  • Pereira

    Pedrado da Pereira

    CONCENTRAÇÃO/DOSE E APLICAÇÃO 

    210 g/hL ou 2,1 kg/ha – Tratar de acordo com o Serviço Nacional de Avisos Agrícolas. Na falta deste tratar entre o estado de botão branco ou rosa e antes do início da maturação grapetomatdos frutos. Durante a floração tratar apenas  variedades em que aquela se prolongue ou quando as condições climáticas o justifiquem. O produto possui uma persistência biológica de 7 a 10 dias, dependendo dos crescimentos. Realizar no máximo 4 tratamentos com este produto ou outro do grupo dos ditiocarbamatos.

    INTERVALO DE SEGURANÇA

    28 dias

  • Tomateiro

    Alternariose do Tomateiro

    CONCENTRAÇÃO/DOSE E APLICAÇÃO 

    210 g/hL ou 2,1 kg/ha – Iniciar os tratamentos após as 4 folhas verdadeiras, em condições favoráveis ao desenvolvimento da doença. A persistência biológica do produto é de 7 a 10 dias. Consultar a indústria transformadora antes de usar o produto em tomate cuja produção se destina a processamento industria. O número máximo de tratamentos na cultura do tomateiro é de 5, no conjunto das doenças e por época cultural, com este ou outro fungicida dos grupos dos ditiocarbamatos. Aplicar somente em tomateiro ao ar livre.

    INTERVALO DE SEGURANÇA

    3 dias (ar livre)

    Mildio do Tomateiro

    CONCENTRAÇÃO/DOSE E APLICAÇÃO 

    210 g/hL ou 2,1 kg/ha – Iniciar os tratamentos após as 4 folhas verdadeiras, em condições favoráveis ao desenvolvimento da doença. A persistência biológica do produto é de 7 a 10 dias. Consultar a indústria transformadora antes de usar o produto em tomate cuja produção se destina a processamento industria. O número máximo de tratamentos na cultura do tomateiro é de 5, no conjunto das doenças e por época cultural, com este ou outro fungicida dos grupos dos ditiocarbamatos. Aplicar somente em tomateiro ao ar livre.

    INTERVALO DE SEGURANÇA

    3 dias (ar livre)

  • Videira

    Black Rot da Vinha

    CONCENTRAÇÃO/DOSE E APLICAÇÃO 

    210 g/hL ou 2,1 kg/ha – Realizar os tratamentos de acordo com o Serviço Nacional de Avisos Agrícolas. Na falta deste iniciar os tratamentos imediatamente após o aparecimento dos primeiros focos na região até ao fecho dos cachos. O produto possui uma persistência biológica de 7 a 12 dias. O número máximo de tratamentos na cultura da videira é de 4 no conjunto das doenças e por época cultural, com este ou outro fungicida dos grupos dos ditiocarbamatos.

    INTERVALO DE SEGURANÇA

    28 dias

    Míldio da Vinha

    CONCENTRAÇÃO/DOSE E APLICAÇÃO 

    210 g/hL ou 2,1 kg/ha – Realizar os tratamentos de acordo com o Serviço Nacional de Avisos Agrícolas. Na falta deste iniciar os tratamentos imediatamente após o aparecimento dos primeiros focos na região até ao fecho dos cachos. O produto possui uma persistência biológica de 7 a 12 dias. O número máximo de tratamentos na cultura da videira é de 4 no conjunto das doenças e por época cultural, com este ou outro fungicida dos grupos dos ditiocarbamatos.

    INTERVALO DE SEGURANÇA

    28 dias