Adério

Adério

Proteção Ciropenetrante

Grânulos dispersíveis em água com 66,7 % (p/p) de mancozebe e 8,3% (p/p) de zoxamida

CARACTERÍSTICAS 

O modo de acção bioquímico original e único da zoxamida, complementado pelos múltiplos modos de acção do mancozebe, faz de Adério uma excelente solução numa estratégia anti-resistência.A zoxamida impede o crescimento do tubo germinativo dos zóosporos e o desenvolvimento do micélio por inibição da divisão celular. O mancozebe inibe a germinação dos zoósporos por efeito sobre diversos processos metabólicos essenciais ao fungo.

Fixação rápida após a aplicação na superfície das folhas e dos bagos. Resistente à lavagem após 2h da aplicação. Penetração rápida da zoxamida nas ceras cuticulares das folhas e dos bagos. Formulação moderna em grânulos dispersíveis, permitindo maior segurança e facilidade na utilização. Não afecta as propriedades organolépticas da uva e do Vinho.

 

Nº de AV/APV 0619

EMBALAGENS 3,6 kg

Ficha Técnica

Ficha de Dados de Segurança

Culturas relacionadas

  • Batateira

    Míldio da Batateira

    CONCENTRAÇÃO/DOSE E APLICAÇÃO

    150 a 180 g/hl (volume de calda de 500 a 1000 L/ha) ou 1,8 kg/ha – Realizar os tratamentos de acordo com o Serviço Nacional de Avisos Agrícolas. Na falta deste, iniciar os tratamentos preventivamente, em condições favoráveis ao desenvolvimento da doença, ou quando a folhagem se toca na linha e se verifiquem temperaturas superiores a 10ºC e humidades relativas elevadas. A persistência biológica do produto é de 7 a 10 dias. Usar o intervalo mais curto em condições de maior pressão da doença e no período de maior crescimento ativo da cultura. A dose a utilizar em pleno desenvolvimento vegetativo deve ser de 1,8 kg/ha. Não efetuar mais que 3 tratamentos com ADERIO ou outro produto que contenha zoxamida.

    INTERVALO DE SEGURANÇA

    7 dias

  • Videira

    Míldio da Vinha

    CONCENTRAÇÃO/DOSE E APLICAÇÃO

    200 a 180 g/hl (volume de calda de 800 a 1000 L/ha) ou 1,8 kg/ha – Realizar os tratamentos de acordo com o Serviço Nacional de Avisos Agrícolas. Na ausência deste, iniciar os tratamentos ao aparecimento dos primeiros sintomas, ou no estado de 7-8 folhas até ao fecho dos cachos, se as condições climáticas favorecerem o desenvolvimento da doença. O produto possui uma persistência biológica de 8 a 12 dias. Usar o intervalo mais curto em condições de maior pressão da doença e no período de maior crescimento ativo da cultura. A dose a utilizar em pleno desenvolvimento vegetativo deve ser de 1,8 kg/ha. Não efetuar mais que 3 tratamentos com
    ADERIO ou outro produto que contenha zoxamida.

    INTERVALO DE SEGURANÇA

    28 dias

Produtos relacionados