Podridão Cinzenta da Vinha

‘Botrytis cinerea’ surge sobre as folhas, caules, flores e frutos em condições de elevada humidade.

Caracteriza-se pelo aparecimento de micélio de cor cinzenta constituído por conidióforos e conídios.

A infeção dá-se em condições de humidade relativa elevada, temperaturas favoráveis (15 a 20ºC) e pela presença de feridas ou lesões nos órgãos verdes da planta. O deficiente arejamento (vegetação densa) propícia condições ótimas ao desenvolvimento do fungo.

Sintomas:

• Folhas – manchas inicialmente pequenas e amarelas que se tornam mais largas, acinzentadas e podem envolver toda a folha que fica necrosada.

• Pâmpanos e varas – as infeções originam lesões alongadas escuras em depressão, com um rebordo bem definido, que podem espalhar-se e causar uma podridão mole. Os tecidos infetados tornam-se moles e húmidos e, à medida que a infeção progride, estas áreas aumentam, tornam-se acastanhadas, esponjosas ou encortiçadas. Os ataques nos caules podem ir de pequenos cancros laterais a uma necrose, que rodeia completamente o caule.

• Cachos – manchas castanhas cobertas com micélio cinzento. Os cachos estão suscetíveis em todas as fases do desenvolvimento.

Soluções Selectis