Afídeos do Tomateiro

Os afídeos podem afetar a cultura do tomateiro de duas formas: através da alimentação, com consumo de seiva e consequente debilidade geral da planta, ou através da segregação de melada, que por sua vez leva à instalação de fumagina, a qual, ao cobrir as folhas, prejudica a fotossíntese. Estes danos são especialmente graves quando ocorrem em plantas jovens. Poderá também ocorrer a transmissão do vírus Y da batateira (PYV) e do vírus do mosaico do pepino (CMV).